Cactos – 6 dicas dessa beleza do deserto!
C

Os cactos fornecem plantas que requerem pouca manutenção, mas ainda são fáceis de cuidar.

Eles também ajudam a defender plantas com espinhos contra animais herbívoros na natureza.

cacto2
Por: Cantinho

Seus espinhos agem como uma fonte adicional de umidade – os espinhos retêm o orvalho que o cacto coleta durante as estações secas.

Os cactos vêm em muitas variedades diferentes e são esteticamente agradáveis ​​devido à sua textura, cor e forma.

cacto3
Por: Cantinho

Sua grande variedade de tamanhos os torna adequados para qualquer tipo de ambiente. Além disso, eles possuem um certo carisma devido às suas características.

O que são cactos?

Os cactos são plantas suculentas da família Cactaceae, caracterizadas por terem espinhos e serem adaptadas a ambientes secos e quentes.

cacto4
Por: Flores Cultura Mix

Eles possuem raízes pequenas e profundas para armazenar água e folhas modificadas para minimizar a perda de água, muitos cactos florescem com belas flores coloridas.

Eles são cultivados como plantas ornamentais e também são usados ​​para fins alimentícios e medicinais.

1 — Cactos e suas diversidades:

Os cactos são uma família de plantas suculentas que inclui mais de 2000 espécies, cada uma com suas próprias características e necessidades de cultivo, a diversidade dos cactos é ampla, desde os pequenos cactos em miniatura até os gigantes do deserto que podem alcançar dezenas de metros de altura.

cacto6
Por: Correio Braziliense

Algumas espécies de cactos são cobertas com espinhos, enquanto outras têm uma aparência lisa e suave, e alguns cactos produzem grandes flores coloridas, enquanto outros têm flores pequenas e discretas.

A maioria dos cactos prefere sol pleno e climas secos, mas algumas espécies podem tolerar climas mais úmidos.

Existem também diferenças significativas na forma como os cactos armazenam água.

cacto5
Por: JCN

Alguns cactos têm raízes que se espalham amplamente para absorver água da chuva, enquanto outros têm raízes profundas e estreitas que se estendem profundamente no solo para acessar água subterrânea.

 

2 — Cactos: como cuidar de suas plantas suculentas?

Os cactos são plantas suculentas que são relativamente fáceis de cuidar, mas requerem algumas precauções e cuidados específicos.

cacto7
Por: Midiamax

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a cuidar de suas plantas de cacto:

Luz: os cactos precisam de muita luz solar direta, então é importante colocá-los em uma janela ensolarada ou em um local externo onde eles possam receber muita luz.

Irrigação: os cactos precisam de muito menos água do que as outras plantas, então é importante evitar regar com frequência. Deixe o solo secar completamente antes de regar novamente.

Adubação: os cactos não precisam de muita adubação, mas é importante fornecer-lhes uma pequena quantidade de fertilizante orgânico ou químico cada mês durante a primavera e o verão.

cacto8
Por: Mol

Proteção: os cactos são sensíveis ao frio e à umidade, então é importante protegê-los de temperaturas abaixo de 10 °C e de chuvas intensas.

Poda: os cactos devem ser podados regularmente para remover os espinhos quebrados e as flores secas.

3 — As flores coloridas dos cactos:

Muitos cactos florescem com belas flores coloridas, que podem ser encontradas em uma variedade de tamanhos e cores.

cacto9
Por: Csa e Festa

As flores podem ser grandes ou pequenas, simples ou compostas, e podem ser encontradas em cores como branco, amarelo, laranja, vermelho, rosa e roxo.

Algumas espécies de cactos, como o cacto Saguaro e o cacto Cereus, só florescem à noite, enquanto outras, como o cacto Echinocactus, só florescem durante o dia.

Algumas espécies de cactos, como o cacto Opuntia, produzem flores de frutas comestíveis.

cacto10
Por: Mundo Ecologia

A floração de cactos geralmente ocorre na primavera ou no verão, mas algumas espécies podem florescer em outras épocas do ano.

A floração é geralmente um sinal de que a planta está saudável e bem cuidada.

4 — Cactos comestíveis: explorando a culinária do deserto:

Os cactos são uma fonte importante de alimento para muitas culturas do deserto, e algumas partes dos cactos são comestíveis e têm sabor agradável. Os cactos comestíveis incluem:

  • Nopales (Opuntia spp.): as penas de nopal são geralmente cortadas e cozidas antes de serem consumidas. Elas têm um sabor levemente azedo e são frequentemente usadas em sopas, tacos e ensaladas.
cacto11
Por: Artigos Curiosos
  • Frutas de cacto (Opuntia spp.): as frutas dos cactos, conhecidas como “tuna”, são comestíveis e podem ser consumidas in natura ou utilizadas para fazer geleias, sucos e doces.
cacto12
Por: Freepik
  • Cactus Pereskia aculeata: a polpa do cacto é comestível, pode ser consumida in natura ou utilizada para fazer doces e compotas.
cacto13
Por: Wikipédia
  • Cactus Pediocactus simpsonii: frutas são comestíveis e podem ser consumidas in natura.
cacto14
Por: High Country Gardens
  • Cactus Ferocactus wislizeni: as frutas são comestíveis e podem ser consumidas in natura ou utilizadas para fazer geleias e doces.
cacto15
Por: USDA Forest Service

Além disso, os cactos também podem ser utilizados para fazer bebidas fermentadas, como o pulque, feito com o suco do cacto Agave.

É importante lembrar que não todas as espécies de cactos são comestíveis e algumas podem ser tóxicas se consumidas em abundância, é importante fazer a identificação correta antes de consumir e sempre ser preparados por um profissional qualificado.

5 — Cactos medicinais: os benefícios das plantas suculentas:

Os cactos têm sido utilizados há muito tempo por culturas indígenas do deserto como plantas medicinais.

cacto16
Por: Terra

Algumas espécies de cactos têm propriedades medicinais comprovadas, enquanto outras ainda estão sendo estudadas.

Alguns dos possíveis benefícios medicinais dos cactos incluem:

Anti-inflamatório: algumas espécies de cactos, como o cacto Nopales, têm propriedades anti-inflamatórias que podem ser úteis no tratamento de doenças inflamatórias, como artrite.

Hipoglicemiante: o cacto Opuntia ficus-indica tem propriedades hipoglicemiantes, o que pode ser útil no tratamento de diabete.

Anti-cancerígeno: alguns estudos sugerem que os cactos podem ter propriedades anti-cancerígenas, mas ainda é necessário fazer mais pesquisas nessa área.

Antibiótico: algumas espécies de cactos, como o cacto Cereus, têm propriedades antibióticas que podem ser úteis no tratamento de infecções.

Anti-hipertensivo: o cacto Opuntia streptacantha tem propriedades anti-hipertens

 

6 — Cactos em miniatura: como cultivar cactos pequenos?

cacto17
Por: Guia da Jardinagem

Os cactos em miniatura são uma opção popular para aqueles que desejam cultivar cactos em espaços pequenos ou em vasos.

Os cactos em miniatura são variedades de cactos que são geneticamente pequenos ou que crescem lentamente, geralmente com diâmetros de copa de até 10 cm ou menos.

Eles são populares entre os colecionadores de cactos e aqueles que desejam cultivar cactos em espaços pequenos ou em vasos, pois são fáceis de cuidar e não precisam de muito espaço.

cacto18
Por: Viva Decora

Eles também são frequentemente utilizados em jardins de rochas, bonsai e jardinagem de xeriscape.

Algumas espécies populares de cactos em miniatura incluem Echinocactus grusonii, Mammillaria spp, e Gymnocalycium spp.

cacto19
Pinterst

Em resumo, a diversidade dos cactos é notável, e cada espécie tem suas próprias necessidades e características únicas, o que os torna plantas interessantes e variadas para serem cultivadas e admiradas.

E aí, gostou do artigo sobre Cactos – 6 dicas dessa beleza do deserto?

Então deslize a tela para baixo e confira mais dicas como esta e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Quer mais dicas sobre o mundo da Arquitetura e Decoração, então confira alguns dos nossos artigos em:

 

Gostou do post? Então acesse aqui abaixo outros assuntos que irão lhe ajudar bastante no ramo que Arquitetura e interiores:
html Copy code
Cursos de Arquitetura
Cursos de Arquiteturahttp://cursosdearquitetura.com.br
O "cursos de Arquitetura" é administrado pelo Designer Daniel Kroll e pela Arquiteta Luciana Paixão. Há mais de 15 anos, ambos atuam escrevendo sobre o ramo de design e decoração e são idealizadores do portal de cursos on-line de arquitetura A Arquiteta desde janeiro de 2013.