Moodboard na Arquitetura: O que é e exemplos.
M

Moodboard na Arquitetura: Como fazer

No artigo de hoje veremos o que é o Moodboard na Arquitetura e para que serve esse termo tão conhecido no mundo do design.

O uso de um moodboard pode ajudar facilmente os artistas a criar conteúdo para sites, campanhas de marketing digital e mídias sociais.

Moodboards mostram o sentimento ou vibração de um projeto, campanha, produto, marca ou persona.

São os especialistas em cultura de língua portuguesa que usam o termo moodboard.

É uma forma de mostrar o clima de um projeto, que é diferente do sentimento do sentimento.

Um moodboard é o que traduz o humor para o português e ajuda os especialistas em cultura a comunicar o sentimento ao público.

A técnica de um moodboard é representar as emoções e a atmosfera de um projeto através de telas em branco ou imagens digitais.

Isso é usado para transmitir o conhecimento de uma ação específica para outras pessoas.

As propostas são telas em branco que são consideradas uma representação visual dos temas emocionais e atmosféricos de um determinado projeto.

Os consumidores também usam moodboards para ajudar a descrever a cor, a sensação e a aparência de seus produtos.

Isso inclui estilistas de moda, arquitetos, designers de interiores e até profissionais de marketing.

Colaboradores de longa data da ferramenta a utilizam para imaginar e planejar novas ideias. Mas eles também o usam para transmitir suas ideias a clientes e colegas de trabalho.

Como os aspectos criativos de um projeto não são bem compreendidos, muitos gerentes de projeto, especialistas de contas e CSs de agências acabam perdendo muito tempo tentando aprovar a mudança de visões.

Eles também perdem tempo tentando fazer com que os clientes entendam o tom real de um projeto.

A importância de saber o que é um moodboard é explicada neste artigo. Uma explicação de como fazer um e dicas úteis sobre como aplicá-lo na vida diária também estão incluídos.

Moodboard na Arquitetura: Como fazerMoodboard na Arquitetura: Como fazer

Moodboard na Arquitetura: O que é

moodboard-arquitetura por ALEZ
moodboard-arquitetura por ALEZ

A expressão Moodboard é bem conhecida e compreendida globalmente. É um painel feito de palavras, materiais, cores, formas e frases que representam um conceito ou estilo semelhante.

É referido como um “mural com referências” na Tradução: É referido como um “painel conceitual” por designers de muitas outras áreas, incluindo moda e design de produto.

O uso de um Moodboard na Arquitetura ajuda arquitetos e designers de interiores a saber quais materiais usar. Isso porque ajuda a definir as texturas e os acabamentos das superfícies.

Com a ajuda do GoMoodboard, Google Images, Pinterest, Canva e Niice, os usuários podem criar seus próprios Moodboards. Eles podem ser montados usando elementos físicos e digitais em um quadro ou painel.

Alternativamente, os usuários podem usar o software para criar um quadro sem precisar sair de casa.

Moodboard também é conhecido por outros nomes como:

  • Painel semântico;
  • Painel conceitual;
  • Painel de inspiração;
  • Painel de imagens conceituais.

Moodboard: Qual a sua utilidade?

Inventar um projeto se resume a colocar pensamentos em palavras e fazê-los aparecer. Isso faz com que os projetos tenham uma identidade distinta.

Depois de ver o painel conceitual, os clientes entendem o significado pretendido do projeto, inspiração e paleta de cores.

Eles também podem ver os móveis e materiais do projeto finalizado e entender como o painel os ajuda a progredir no projeto.

Moodboard: Motivos para usar

Ao entender os aspectos específicos de um projeto, os designers podem garantir que materiais e cores consistentes sejam usados ​​em todo o trabalho. Isso porque definir um projeto com base em uma pessoa, marca, produto ou serviço específico ajuda a entender os aspectos materiais.

Isso nos ajuda a coletar informações necessárias para concluir um projeto, bem como entender melhor a ideia.

Moodboard: ExemplosMoodboard: ExemplosMoodboard: ExemplosMoodboard: ExemplosMoodboard: Exemplos

moodboard para arquitetura
Moodboard By Fiveer

Moodboard: ExemplosMoodboard: Exemplos

Como fazer um Moodboard na Arquitetura?

Criar um Moodboard na Arquitetura requer primeiro definir uma meta para o projeto. Esse objetivo normalmente será melhorar a aparência de um apartamento ou casa. Uma vez que uma meta é definida, determine que tipo de ambiente você deseja redesenhar. Manter os planos para o layout interno no meio de sua linha de visão o ajudará a permanecer no caminho certo.

Como gostamos mais de encontrar referências, usamos o Google para encontrar várias imagens que podemos usar para nosso projeto. Achamos o Google útil para criar colagens que fazem uso de várias imagens com referências compartilhadas. Para criar essas colagens, recomendo usar imagens que incluam apenas o que eu quero sem nenhum fundo.

Ao criar um mood board, muitos profissionais confundem o uso de apenas imagens de móveis. Eles deixam de considerar as cores de sua paleta, assim como as cores de suas paredes, pisos e quaisquer outras texturas utilizadas.

O Adobe Color permite acessar facilmente paletas de cores pré-criadas para seus projetos. Você também pode criar suas próprias paletas personalizadas que podem incorporar qualquer combinação de cores.

Antes de finalizar seu projeto, recomendo definir cada cor em seu projeto com o Adobe Color. Dessa forma, você pode garantir que cada cor separada chame a atenção.

Trazer toda e qualquer decoração possível ajudará você a economizar dinheiro. Por exemplo, você pode comprar objetos decorativos e plantas baratos e, posteriormente, descobrir que eles não correspondem ao produto final.

Podemos montar nosso painel semântico em papelão, MDF ou através de software. Uma opção é montá-lo online usando sites como estes:

Sketchup e Layout

Um software poderoso para arquitetos é o Layout. Ele permite que você desenhe plantas baixas e quadros conceituais para filmes usando apenas um programa.

GoMoodboard

GoMoodboard é um site onde seu único objetivo é de se fazer painéis semânticos, sendo totalmente gratuito e fácil de utilizar, é só adicionar as imagens e deixar a criatividade fazer o restante.

Canva

O Canva é um site bastante utilizado por designers, e possui alguns templates de Moodboard, ficando ao seu critério se começa um do zero ou utiliza um pronto, apenas alterando as imagens e cores.

Pinterest

A criação de um “moodboard” é possível com a ajuda do Pinterest.  Este site é um dos mais acessados ​​para buscar referências e também é possível fazer um tipo de Moodboard na Arquitetura adicionando as imagens desejadas em um painel público e secreto e escolhendo cores e fontes.

PowerPoint

O PowerPoint é um programa que na maioria das vezes vem instalado no computador, e nele é possível trabalharmos sem internet.

Design Wizard

O Design Wizard oferece uma variedade de modelos para escolher. No Design Wizard, você pode criar designs de vídeo e imagem impressionantes em minutos. O Design Wizard possui um criador de moodboard e uma biblioteca de modelos detalhados. Isso permite que os usuários criem rapidamente moodboards em diferentes temas e estilos.

YouTube video

 

YouTube video
Gostou do post? Então acesse aqui abaixo outros assuntos que irão lhe ajudar bastante no ramo que Arquitetura e interiores:
html Copy code
Cursos de Arquitetura
Cursos de Arquiteturahttps://www.cursosdearquitetura.com.br
O "cursos de Arquitetura" é administrado pelo Designer Daniel Kroll e pela Arquiteta Luciana Paixão. Há mais de 15 anos, ambos atuam escrevendo sobre o ramo de design e decoração e são idealizadores do portal de cursos on-line de arquitetura A Arquiteta desde janeiro de 2013.